qua | 19 de janeiro de 2022

19 3407 . 1050

Acompanhe-nos:

Notícias

Convenção coletiva de trabalho é assinada

Após negociações e audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho de Campinas, foi assinada hoje (15/12) pelos sindicatos a Convenção Coletiva de Trabalho com vigência de 1º de novembro de 2021 a 31 de outubro de 2022.

As categorias abrangidas pelo Sinditec são tecelagens, fiação, linhas, tinturaria, estamparia e beneficiamento de fios e tecidos de Americana, Nova Odessa, Santa Bárbara d´Oeste e Sumaré.

O piso salarial fica estabelecido em R$ 1.471,06 a partir de 1 de janeiro de 2022, para todas as empresas.

A reposição salarial de 9% será aplicada em 1º de janeiro de 2022, tendo como base os salários nominais vigentes de 1º de março de 2021. Para os trabalhadores com salários acima do teto de R$ 12.483,77, deverá ser garantido um aumento fixo de R$ 399,49, a partir de 1º de janeiro de 2022.

ABONO – Além do reajuste, juntamente com os salários do mês de dezembro de 2021, as empresas pagarão aos trabalhadores como verba indenizatória uma bonificação de R$ 300,00, que não serão integrados aos salários e seus reflexos, bem como, sem qualquer incidência das contribuições do INSS e FGTS. As empresas que concederam reajustes salariais a partir de 1 de novembro de 2021, superior a 9%, estão dispensadas do pagamento do abono salarial.

As empresas pagarão o valor de R$ 50,00, por funcionário, a título de taxa negocial ao sindicato representante da categoria, mediante guias a serem fornecidas pela entidade sindical, até o dia 30 de dezembro de 2021.

PPR – As empresas que deixarem de implementar o Programa de Participação nos Resultados até o mês de março/2022, pagarão a cada empregado a título de PPR, o valor de R$ 825,06 divididos em duas parcelas, sendo R$ 412,53 dia 25 de abril e R$ 412,53 em 25 de outubro.

Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Compartilhar
Share on whatsapp
Compartilhar
Share on email
Email