sáb | 21 de maio de 2022

19 3407 . 1050

Acompanhe-nos:

Notícias

Temas estratégicos para o APL Têxtil e Confecção envolvem desde mão de obra a tecnologia e inovação

Os temas estratégicos para elaboração de um plano de ação para o APL (Arranjo Produtivo Local) Têxtil e Confecção de Americana e região envolvem mão de obra, tendências e mercado, valorização do segmento, tecnologia e inovação. Esses pontos foram discutidos nesta terça-feira (12.04) em reunião realizada no Ciesp Americana, sendo a terceira fase da Oficina de Planejamento Participativo, conduzida pelo Sebrae Regional Piracicaba e Campinas.

Com a validação dos temas estratégicos, também foram definidos os grupos de trabalho para construção dos planos de ação para o APL, buscando fortalecimento e maior competitividade para as empresas têxteis e confecções. O APL representa as cidades de Americana, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré e Hortolândia.

Estiveram presentes representantes do Sinditec (entidade gestora do Arranjo Produtivo), Ciesp, Sebrae, Acia, Fatec, Senai, Secretaria de Desenvolvimento de Americana e Hortolândia, ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), Câmara Municipal e empresas.

A região de Americana, incluindo os municípios de Santa Bárbara D´Oeste, Sumaré, Nova Odessa e Hortolândia, é um dos maiores polos da indústria têxtil no Brasil e no Estado de São Paulo, e tem o reconhecimento oficial do governo do Estado como Arranjo Produtivo.

“É muito importante ouvir as instituições e as necessidades das indústrias para construirmos juntos um plano de ação para fomento do setor têxtil e confecção. É um trabalho amplo, que envolve organização e planejamento em diversas áreas, e que trará resultados muito positivos para nossa região”, comentou Leonardo Sant’Ana, presidente do Sinditec.

Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Compartilhar
Share on whatsapp
Compartilhar
Share on email
Email